Fim de uma batalha. Morre Jovem que lutava contra doença rara - Alerta Acre

Alerta Acre

O seu Portal de Notícias

Ultimas

sexta-feira, 11 de março de 2016

Fim de uma batalha. Morre Jovem que lutava contra doença rara

Sexta-Feira, 11 de Março de 2016

Uma jornada de sofrimento e muita luta começou na vida de Janaína do Nascimento, de 21 anos, quando a jovem deu entrada há cerca de seis meses no precário hospital geral de Feijó. Janaína que parecia esbanjar saúde foi submetida a uma cirurgia de apêndice ainda em sua cidade.

Tendo seu caso agravado seriamente apos a cirurgia, a mesma foi encaminhada seis dias depois para cidade de Cruzeiro do Sul, médicos suspeitavam se tratar de Porfiria, uma doença rara que é uma alteração em um grupo de enzimas relacionadas a hemoglobina e que causa alterações neurológicas.
Depois de dois meses entre os hospital de Feijó e Cruzeiro do Sul, Janaina não apresenta melhoras em seu quadro de Saúde, e o caso chama a atenção e viralisa nas redes sociais.
Parente e amigos realizaram diversos eventos beneficentes, numa tentativa de arrecadar dinheiro para comprar “Hematina” que é um medicamento produzido na Europa e Estados Unidos e que não é autorizado para comercialização no Brasil que deveria ser usado em seu tratamento.
A família da jovem confirmou que a primeira dose do medicamento havia sido aplicada, e que aguardam a segunda, prevista para ainda essa semana. “Eu confirmo que chegou esse remédio. Foi um empréstimo que veio de São Paulo, de um paciente de lá, disse a tia da Jovem.

A DEMORA

Segundo o governo, apenas um laboratório, localizado na Alemanha, fabricaria o medicamento, que não é vendido no Brasil, o que inviabilizava a compra. Para conseguir trazer o produto, foi necessário realizar uma parceria com uma associação de portadores da doença, que cedeu os remédios.
Nós fizemos o possível para que esse medicamento fosse trazido para o Acre. O caso dessa jovem é bastante delicado, então nos empenhamos para conseguir o remédio que ela precisava.

O FIM

Janaina estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional do Juruá (HJ) há seis meses, nos seus últimos dias de vida, já com seu corpo todo paralisado, sofria rotineiramente com paradas cardíacas, Janaina, não resistiu e veio a óbito nesta quinta-feira.

Fonte: Rádio FM Feijó

Inf:  🔬 ZERO BLITZ E NOTICIAS📤

Post Bottom Ad