01/12/2016

Duro golpe!” às facções no Acre, diz delegado sobre desdobramentos da “Operação Hidra” da Policia Federal

Por | - 12:45


Site= do Ac24hrs

01...12...16

✍🏻Deflagrada na manhã desta quinta-feira, 1º, a Operação Hidra, da Polícia Federal (PF) foi classificada como um “duro golpe” às organizações criminosas que atuam no estado do Acre. Mais de 100 agentes estavam envolvidos no cumprimento de 63 mandados de busca, prisão e apreensão realizados em Rio Branco, Senador Guiomard e Sena Madureira.

As investigações, segundo o delegado Daniel Collor, duraram cerca de um ano, e contaram com o apoio de instituições de segurança pública do Acre. No balanço da operação, apresentado em coletiva de imprensa, a informação é que somente dois dos procurados não foram localizados.

Ao menos 30 alvos da operação já estavam presos e seguiam comandando os crimes que ocorriam do lado de fora dos presídios, incluindo assaltos, assassinatos e furtos. Além disso, os criminosos também coordenavam o tráfico de drogas nessas cidades. Nessa fase da operação, a PF apreendeu 10kg de cocaína e estourou um laboratório do crime.

Segundo a PF, um agente penitenciário foi preso por facilitar a entrada de armas e celulares nas celas dos presídios do complexo Francisco d’Oliveira Conde, o maior do estado, que fica na Capital. O nome do servidor público não foi divulgado, bem como os dos demais presos e indiciados.

COLUNISTAS