29/12/2016

PM atingido com tiro no rosto faz tratamento e deve fazer cirurgia no AC

Por | - 08:34

29/12/2016

Policial foi liberado no mesmo dia do ocorrido e se recupera em casa. PM tentou se defender de assalto no dia 17 de dezembro em Rio Branco.

PM foi atingido com tiro no rosto durante tentativa
de assalto

O policial militar, atingido com um tiro no rosto durante tentativa de assalto em Rio Branco no dia 17 de dezembro, pode passar por uma cirurgia, pois ficou com uma fratura cominutiva, quando há um distanciamento de pedaços de ossos estilhaçados, o que dificulta a cicatrização.

A informação foi confirmada pelo coronel Wagner Estanislau de Araújo, diretor da Policlínica da Polícia Militar (PM-AC).
O diretor destaca que o PM foi liberado ainda no dia do ocorrido, mas segue sendo acompanhado por uma equipe médica da policlínica e vai ser reavaliado para saber se a cirurgia é realmente necessária. Araújo explica que o projétil fraturou o osso lunático do PM, conhecido popularmente como a "maçã do rosto". Após ser liberado, o policial segue se recuperando em casa.

"Foi feita uma tomografia que constatou que o projétil transpassou da face para a região abaixo da orelha. O policial segue recebendo todo o acompanhamento necessário e voltou a conversar com o médico para ver se vão tentar a cirurgia. Mesmo assim, ele está bem e em casa", afirma.

Entenda o caso

O militar foi atingido por um tiro no rosto quando estava na rua Isaura Parente, na manhã do dia 17 de dezembro. Segundo a polícia, ele tentava se abrigar da chuva em frente a uma oficina por volta das 7h, quando dois homens em uma moto o abordaram para roubar a mochila. Ele tentou se defender e acabou levando o tiro.

A dupla conseguiu fugir sem levar nada. O policial não teve o nome divulgado por uma questão de segurança, segundo a assessoria da corporação. Procurada na época do ocorrido no Huerb, a esposa do policial disse que estava muito abalada e que não iria comentar sobre o ocorrido.

COLUNISTAS