10/01/2017

Homem que esfaqueou o pastor Valdomiro planejou o crime por cinco meses:

Por | - 08:22


O homem que esfaqueou o fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus disse que planejou o crime há cerca de cinco meses. Jonathan Gomes Higino, de 20 anos, atacou o apóstolo Valdemiro Santiago na manhã deste domingo (8) durante o primeiro culto do dia no Brás, na Zona Sul de São Paulo. A pregação era transmitida ao vivo para todo o país e as câmeras chegaram a mostrar o sacerdote passando pelo palco ferido.


"Meu Deus, cadê os seguranças?", questionou assustado o bispo que comandava o culto. Havia mais de 15 mil pessoas no local. O agressor foi detido por um policial e dois seguranças. Em seguida, foi encaminhado para a  8ª Delegacia (Brás), onde foi preso em flagrante por tentativa de homicídio.
Na delegacia, Jonathan, que nunca tinha sido preso, contou que durante um culto o pastor olhou para ele e disse: "Vamos crucificar ele". Depois disso, o rapaz disse que passou a planejar a morte do religioso. Ele descobriu que dentro da igreja existia a chance de chegar bem perto de Valdemiro, na fila de bênção. Ele então pediu um abraço ao pastor, sacou o facão enferrujado preso na sua cintura coberta com um casaco. Foram dois golpes, nas costas e no pescoço.



O pastor foi socorrido e levou 25 pontos nos ferimentos. Logo depois de ter sido medicado, o líder religioso gravou um vídeo para tranquilizar os fieis. "Não sei quem é, mas já tá perdoado em nome de Jesus. Tá abençoado. A Igreja Mundial nega a versão de Jonathan. "Eu entendo que essa pessoa deveria estar desequilibrada, fora de si, para cometer um ato dessa magnitude. Não justifica", disse o bispo Jorge Pinheiro, em entrevista ao Fantástico.



Informou: Notícias da Hora
Via: Correio24horas

COLUNISTAS