08/01/2017

Tragédia: 800 cristãos são mortos em onda de ataque na Nigéria.

Por | - 10:14
Fonte : blastng news



Ondas de ataques já deixaram mais de 16 igrejas totalmente destruídas e mais de 800 crisãos mortos.
A intolerância religiosa é algo que vem crescendo cada vez mais. Grupos extremistas têm matado em nome de sua religião e isso vem causando medo em grande parte do mundo. Dados divulgados esta semana pela arquidiocese de Kafanchan, são mais alarmantes. Os dados demonstraram a impressionante baixa de cristãos que o mundo sofreu no ataque ao Estado de Kaduna na Nigéria. Ao todo foram cerca de 800 pessoas mortas em um ataque realizado a mais de cinquenta povoamentos da região.



O ataque foi tão grave que nem as autoridades locais foram capazes de proteger os civis. Os dados demonstraram que 1422 aldeias foram totalmente destruídas e, além do impressionante número de mortes, aproximadamente 57 pessoas ficaram feridas.

O senador Sani Shehu deu uma entrevista na qual relatou que a região já está se tornando um verdadeiro abatedouro, no qual as vidas humanas já não tem mais valor. Contou também que já requisitou forças de proteção para todas as aldeias para que assim tente evitar novos ataques e salvar vidas.




Uma testemunha relatou que nos últimos três meses, mais da metade do território do Estado de Kaduna sofreu ataques de terroristas extremistas islâmicos. O grupo extremista mata por acreditar que o Alcorão - Uma espécie de Bíblia do islamismo - permite e incentiva que os fiéis matem os infiéis em nome da fé. Para alguns, quando eles completam suas missões aqui na terra, como militares do exercido islã, eles vão para o céu e recebem um local reservado com algumas virgens e isso faz com que o incentivo se torne maior.

Inf : www.alertaacre.net

COLUNISTAS